A perícia de análise de conteúdo é um exame objetiva a descrição minuciosa do material audiovisual, no intuito de esclarecer o sentido real da comunicação entre os interlocutores e fornecer dados relevantes às investigações e processos jurídicos. Assim, todo o conteúdo possível de ser visto ou ouvido será transformado em linguagem escrita, passando a ser considerado perícia ou prova documental ao fornecer respostas às questões apresentadas.

Dentre as técnicas utilizadas, no caso dos arquivos de vídeo, existe a descrição da dinâmica dos fatos e o conteúdo do discurso, ou outras técnicas que esclareçam os fatos ali contidos. No caso da análise de áudio, por exemplo, será realizada a sua degravação, por meio da transcrição ou da textualização das falas ali presentes.

Tal análise pode ser solicitada em casos em que se pretenda, por exemplo, comprovar regularidades, atividades ilícitas, tentativas de fraudes que tenham sido gravadas por uma câmera de segurança, por equipamentos de áudio, por uma interceptação de conversa telefônica, por fotografias, capturas de tela, entre outros.

Esse tipo de análise também pode ser realizado para comparar vídeos de propaganda com possível conteúdo de plagio, para verificação de atos delituosos registrados em vídeo, fotografia ou áudio, buscando a identificação dos autores e para a visualização de placas e modelos de veículos envolvidos.